Envenenamento por Plantas e Poções

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Envenenamento por Plantas e Poções

Mensagem por Isabella Haught Fox em Dom 19 Out 2014 - 15:00


Envenenamento por Plantas e Poções


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤUm corredor baixo, escuro e úmido ficava no terceiro andar. As paredes eram recobertas por pedras o que lembrava muito uma estrutura medieval. Grandes passagens em arco sem portas, um total de quatro, permitia que o visitante pudesse dar uma espiadinha nas vitrines onde os insumos mais comuns para o preparo de poções eram guardados e era ali que geralmente os visitantes aguardavam. Frascos com olhos de animais, patas, uma coleção inteira de gosmas de várias cores que borbulhavam como se fossem espumantes e muito outras coisas que prendiam a atenção dos que por ali passavam. Seguindo alguns metros mais adiante das passagens, um arco com uma porta de madeira se interpunha, onde um funcionário só permitia a entrada de pessoas autorizadas. Ao passar pela madeira de carvalho, quatro alas se notavam: Molly, Mandrágora, Losna, Benzoar. As duas primeiras à direta e as outras à esquerda. As alas eram amplas com quatro leitos cada uma, com macas confortáveis e que eram reguláveis de acordo com a lesão que apresentava cada pessoa. Ou seja, o colchão se ajustava para incomodar menos cada tipo de paciente. Pequenos caldeirões se acomodavam ao lado de cada maca, onde as vezes eram guardados alguns medicamentos em formas de poções ou aromatizantes. No corredor sempre pairava o aroma de alguma erva em infusão. Além das alas, havía mais ao fim do corredor uma enfermaria, uma sala cuja porta era de madeira negra e a maçaneta de prata e sempre estava muito bem fechada. Ali eram guardados os ingredientes mais raros para o preparo de poções. Logo depois um pequeno laboratório de onde saía a maior parte do suministro de poções, infusões, ungüentos e todos os medicamentos usados no hospital. Um elevador de uso exclusivo para funcionários e pacientes ficava ao fim do corredor. Poucas salas possuíam janelas, para evitar que a fumaça e aromas desagradáveis que algumas poções exalavam incomodassem o restante do hospital e os outros na rua logo ao lado. Assim que um sistema de ventilação existia para o processamento do ar e mantinha a temperatura sempre amena e a umidade relativamente alta, exceto quando era necessário o contrário.

Vanilla @ ice
avatar
Isabella Haught Fox
Ministro da Magia
Ministro da Magia

Mensagens : 187
Data de inscrição : 08/06/2013
Idade : 39

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Sangue: Mestiço
Casa: Lufa-lufa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum